Ir direto para menu de acessibilidade.
Banner Site Antigo
Início do conteúdo da página

Sobre

Publicado: Terça, 26 de Fevereiro de 2019, 07h13 | Última atualização em Terça, 16 de Agosto de 2022, 10h31

Informações

O curso de Ciências Biológicas do campus de Patos da Universidade Federal de Campina Grande foi avaliado por comissão do Ministério da Educação, e recebeu a nota Quatro em uma escala que vai até Cinco, o que constitui um ótimo resultado, demonstrando o potencial do curso em formar profissionais qualificados e contribuir para o desenvolvimento da região, especialmente quanto à melhoria qualidade do ensino básico.

O referido curso foi criado em 2006, atualmente oferece 90 vagas anuais, tendo uma turma no período noturno, com entrada no segundo semestre, e outra no diurno, com entrada no primeiro semestre, e terá sua primeira turma de egressos no ano que vem. Conta atualmente com alunos do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Paraíba, atendendo a grande região de influência de Patos. Apresenta professores qualificados, tendo vários sido recentemente contratados e, mesmo com poucos anos de funcionamento, muitos de seus alunos já se encontram engajados em atividades de pesquisa, extensão e monitoria, encontrando apoio em programas institucionais.

 

Histórico

Foi criado em 02 de outubro de 2006, reconhecido através da resolução 08/2008 do Conselho da Universidade Federal de Campina Grande.

   Modalidade: Licenciatura.

   Duração: tempo normal de integralização de dez períodos letivos e máximo de dezesseis.

   Regime Acadêmico: crédito - Turno: Noturno.

 

Informações Gerais

O curso de Ciências Biológicas da UFCG/Campus de Patos, iniciou suas atividades em 2000. O curso de Licenciatura Plena em Biologia foi criado em função das novas necessidades previstas na Lei de Diretrizes e Bases (LDB 9.294/96). Estas Diretrizes Básicas da Educação (MEC/1996) estimulam o estabelecimento de currículos dos cursos de graduação, adaptados à realidade regional.

 Neste contexto, foi elaborado o primeiro Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura Plena em Biologia, com o objetivo de atender ao perfil do Biólogo necessário à sua atuação no mundo contemporâneo, dada ênfase à concepção e foco do curso em Biologia da Conservação.

   Também foram ressaltados o desenvolvimento lógico do conteúdo e a organização sequenciada dos conhecimentos de maneira a permitir a construção de habilidades e competências, visando a formação de um aluno com capacidade crítica e analítica, observador, questionador e preparado para o mercado de trabalho em constante mutação. Dentro deste cenário, no presente Projeto Pedagógico (ver na Home) são apresentadas as bases filosóficas para a Grade Curricular da Licenciatura bem como as informações a respeito da estrutura e funcionamento do Curso.

    O Currículo de Licenciatura está atualizado do ponto de vista do conteúdo psicopedágogico, conforme exigido nas novas diretrizes curriculares do MEC para os Cursos de Ciências Biológicas (Parecer CNE/CES 1301/2001), e, quanto à carga horária para os Cursos de Formação de Professores, atende às Resoluções CNE/CP1 de 18/02/2001 e CNE/CP2 de 19/02/2001.

    A atual proposta inclui outros aspectos pedagógicos que visam uma melhor estrutura do Curso: maior coerência entre as Ementas e os Planos de Ensino das diferentes disciplinas, e, sobretudo, maior organicidade do Curso como um todo para que o aluno vá, gradativamente, adquirindo competências e habilidades de forma lógica e sequenciada desde o início do Curso.

    As habilidades psicopedagógicas serão adquiridas ao longo do Curso, não apenas nas disciplinas específicas, mas também em cada disciplina através de práticas que incluem trabalhos em grupo, apresentação de seminários e painéis e outras atividades variadas.

A formação técnico-científica envolverá experiências em laboratório, no campo e na Iniciação Científica. Estas experiências são baseadas na manipulação de conceitos de modo a consolidar os conhecimentos teóricos e melhorar a aplicação dos mesmos no contexto escolar e social.

 

  • 1. Objetivo geral

      O objetivo do Curso de Ciências Biológicas é garantir ao futuro Licenciado em Ciências Biológicas uma formação profissional sólida e ampla, baseada numa integração das diversas áreas da Biologia, com as competências, habilidades e posturas que permitam ao Biólogo aqui formado plena atuação na pesquisa, ensino e extensão de todas as áreas da Biologia.

     

    2. Objetivos específicos

      Este currículo do Curso de Ciências Biológicas é fruto de discussões feitas em diversas reuniões com todos os professores que ministram disciplinas no Curso. O presente Projeto Pedagógico atende às novas diretrizes curriculares encaminhadas pelo MEC e, ao mesmo tempo, atende aos ensejos dos professores e alunos de melhorar cada vez mais a qualidade da experiência de ensino-aprendizagem. O currículo aqui apresentado contém todos os conteúdos necessários para a formação do Biólogo, preservando a flexibilidade que permite um maior aprofundamento na área de interesse através das disciplinas optativas. De acordo com as recomendações SESU/MEC (2001), as habilidades e competências a serem desenvolvidos dentro do curso de Ciências Biológicas são:

     

     a) atuar em pesquisa básica e aplicada nas diferentes áreas das Ciências Biológicas;

     b) desenvolver atividades educacionais em diferentes níveis;

     c) acompanhar a evolução do pensamento científico na sua área de atuação;

     d) estabelecer relações entre ciência, tecnologia e sociedade;

     e) elaborar e executar projetos;

     f) utilizar o conhecimento socialmente acumulado na produção de novos conhecimentos, tendo a compreensão desse processo a fim de utilizá-lo de forma crítica e com critérios de relevância social;

     g) desenvolver ações estratégicas para diagnóstico de problemas, encaminhamento de soluções e tomada de decisões;

     h) atuar em prol da preservação da biodiversidade, considerando as necessidades de desenvolvimento inerentes à espécie humana;

     i) organizar, coordenar e participar de equipes multiprofissionais;

     j) gerenciar e executar tarefas técnicas nas diferentes áreas do conhecimento biológico, no âmbito de sua formação;

     k) prestar consultorias e perícias, dar pareceres e atuar no sentido de que a legislação, relativa à área de Ciências Biológicas, seja cumprida;

     l) desenvolver ideias inovadoras e ações estratégicas, capazes de ampliar e aperfeiçoar sua área de atuação, preparando-se para a inserção num mercado de trabalho em contínua transformação.

     

      A fim de formar biólogos que tenham as habilidades e competências mencionadas acima, estes devem obter, através das disciplinas obrigatórias, aqui definidas como núcleo comum, uma visão generalista das Ciências Biológicas. O licenciado em Ciências Biológicas, além de poder atuar nos diferentes campos de trabalho abertos ao Biólogo conforme a legislação, o que pressupõe uma excelente formação de um biólogo, também deve estar apto à atividade de ensino. Desta forma, foram adicionadas as disciplinas psico-pedagógicas, as quais são obrigatórias para o curso de Licenciatura.

 

 

Fim do conteúdo da página